Artur Gomes - Juras Secretas - não fosse esse punhal de prata ou se mesmo fosse e eu não dissesse


09/06/2008


Jura Secreta 58

 

fosse Dayana um menina

ou fosse Ana uma senhora

Day um lance de dados

como a pele dos meus dedos

ou mesmo símbolo dadaísta

pintura de Frida Khala

e esta palavra que não cala

é fala é fúria é festa

como uma estrela na testa

nas frestas de itaperuna

por onde pisas ou passas

pelas vitrines que olhas

onde o espelho te vê

como se fosse divina

ou fada pelos cinemas

quando te vejo poema

bem lá no fundo do teu ser.

 

Artur Gomes

http://carnavalhagumes.blogspot.com

Escrito por fulinaima às 10h21
[ ] [ envie esta mensagem ]

31/03/2008


Memórias do Rio Um Grande Encontro

Escrito por fulinaima às 12h49
[ ] [ envie esta mensagem ]

22/01/2008


 

Memórias do Rio apresenta:

Recitando Samba

Namay Mendes & Marko Andrade

Participação: Euclides Amaral

Dia 30 janeiro 2008 – 19:30h

Av Gomes Freire, 289 – Lapa – Rio de Janeiro

Recitando Samba – com Marko Andrade e Artur Gomes

http://br.youtube.com/watch?v=F-DF9GqPi6o

 

não bastaria toda poesia que eu trago

em minha alma um tanto porca

este postal com uma imagem meio Lorca

um bondinho aterrizando lá na Urca

 e esta cidade deitando água em meus destroços

pois se o Cristo Redentor deixasse a pedra

na certa nunca mais rezaria Padre Nossos

e na certa só faria poesia com os meus ossos

 

artur gomes

http://youtube.com/fulinaima

samba blues rock poesia

http://youtube.com/carnavalha

 

Escrito por fulinaima às 13h15
[ ] [ envie esta mensagem ]

16/08/2007


 

Jura Secreta 55

para Ana Gusmão

 

xangô é parte da pedra

exu fagulha de ferro

ogum espada de aço

faz do meu colo teus braços

oxossi carne da mata

iansã é vento fogo tempestade

yaemanjá água do mar

oxum é água doce

oxalá em ti me trouxe

te canto como se fosse

um novo deus em liberdade

 

Artur Gomes

www.caixapreta.blog.br

http://almadepoeta.com/fulinaima.htm

 

Escrito por fulinaima às 11h47
[ ] [ envie esta mensagem ]

09/08/2007


Especial Artur Gomes

 

Na próxima quarta 15/8 o blog Caixa Preta

em parceria com Aliás Comunicação apresenta:

 

Vídeo Performance

Arte Poesia

entrevista exclusiva.

Acesse e assista:

 

Imperdível

www.caixapreta.blog.br

 

Artur Gomes

contatos para shows:

arturgomes@fulinaima.com.br

 

http://arturgomes.zip.net

http://almadepoeta.com/fulinaima.htm

 

www.alias.com.br

Escrito por fulinaima às 07h39
[ ] [ envie esta mensagem ]

08/08/2007


Jura Secreta 54

moro no teu mato dentro
não gosto de estar por fora
tudo que me pintar eu invento
como o beijo no teu corpo agora

desejo-te pelo menos enquanto resta
partícula mínima micro solar floresta
sendo animal da mata atlântica
quântico amor ou meta física
o que em mim não tem respostas

metáfora d´alquimim fugaz brazílica
beijo-te a carne que te cobre os ossos
pele por pele pelas tuas costas

os bichos amam em comunhão na mata
como se fosse aquela hora exata
em que despes de mim o ser humano
e no corpo rasgamos todo pano
e como um deus pagão pensamos sexo.

Artur Gomes
http://arturgomes.zip.net
http://fulinaima.blogspot.com
http://almadepoeta.com/fulinaima.htm

5 de agosto 2007 - Praia do Ermitão - Morro da Pescaria - Reserva Florestal - Guarapari-ES

Escrito por fulinaima às 10h36
[ ] [ envie esta mensagem ]

12/06/2007


césar castro - transpirações gráficas

 

Grande Poeta,

De vez em quando eu viajo em seus espaços digitais. No Orkut ou nos Blogs que você mantém.
Gosto muito de tudo. Sobretudo de sua forma generosa de resgatar artistas geniais como Zé César Castro e Paulo Leminski, por exemplo. Um tipo de arte tão difícil de divulgar num ambiente ávido pelo lixo pós-moderno.
Acho interessante como você soube explorar esses espaços e encontrar espaço pra divulgar a sua arte e de outros que admira.
Parabéns pelo trabalho!
Continuo daqui te admirando!
Um grande abraço sincero e emocionado.

Helinho Gomes

http://fulinaima.blogspot.com

http://almadepoeta.com/fulinaima.htm

 

Escrito por fulinaima às 14h46
[ ] [ envie esta mensagem ]

Jura secreta 53

transpiração antropo/fágica

 

por onde quer que eu te cantasse

devorasse amasse ou  comesse

não bastaria o poema

por onde então começasse

jura secreta que fosse

palavra indiscreta escrevesse

meus dentes em teu corpo deixasse

a língua onde quer que lambesse

não bastariam meus dedos em riste

lavrando a carne onde berra

se queimas no inferno de Dante

e não sabes ver que o amante

é o ser trans/pirado da terra

 

Artur Gomes

http://arturgomes.zip.net

http://fulinaima.blogspot.com

http://almadepoeta.com/fulinaima.htm

 

Escrito por fulinaima às 07h45
[ ] [ envie esta mensagem ]

10/06/2007


césar castro - transpirações gráficas

travessia

 

de Almada

vou atravessar o Tejo
barco à vela

Portugal afora
em Lisboa

vou compor um fado
e cantar no Porto

feito um blues rasgado
de amor pela senhora
que me espera em paz

e todo vinho

que eu beber agora
será como beijo

 que eu guardei inteiro
como um marinheiro

que retorna ao cais

 

 

Artur Gomes

http://arturgomes.zip.net

http://caldeiraofulinaimico.zip.net

http://almadepoeta.com/fulinaima.htm

 

 

Escrito por fulinaima às 08h20
[ ] [ envie esta mensagem ]

13/05/2007


 

Jura Secreta  52

 

meus olhos neste momento

devassam   a tela em  silêncio

no vermelho da tua boca

que espelha a cor do vestido

e a flor da  pele na roupa

teus seios embaixo da  blusa

em minhas mãos quando penso

àquele perfume que  usa

invade o meu sexto sentido

lambusa meus lábios sedentos

 

 

Artur Gomes

http://almadepoeta.com/arturgomesmusicaepoesia.htm

 

 

 

 

Escrito por fulinaima às 20h45
[ ] [ envie esta mensagem ]

02/05/2007


picabia

Escrito por fulinaima às 14h42
[ ] [ envie esta mensagem ]

Jura Secreta 51

 

o que pensas tua língua

quando fala meu nome

ou come

a carne que os teus dentes

mastigam

quando não mato

tua fome

ou fico sem saber

se como o que sobrou

da tua boca

só restou

o que não sacia

mas consome

esta tua língua

sem dente e íngua

devora nossa mistura

de saliva pura e crua

que são ácidas e alucina

nos leva

e não eleva

e a gente nada releva

o que resta este descaso

se casamento

não é o caso

deste sexo frágil que segura

come o cuspe

sobra em usos e inda assegura

 

Dani Morreale/ Artur Gomes

http://danymorreale.blogspot.com

http://caldeiraofulinaimico.zi.net

http://almadepoeta.com/fulinaima.htm

 

Escrito por fulinaima às 14h41
[ ] [ envie esta mensagem ]

26/04/2007


sampleAndo

gravada no CD fulinaíma outras vozes outras falas

 

o poema pode ser um beijo em tua boca carne de maçã em maio um tiro oculto sob o céu aberto estrelas de néon em Vênus refletindo pregos no meu peito em cruz na paulista consolação na água branca barra funda metal de prata desta lua que me inunda num beijo sujo com a estação da luz nos vídeos/filmes de TV eu quero um clip nos teus seios quentes uma cilada em tuas coxas japa como uma flecha em tuas costas índia ninja gueixa eu quero a rota teu país ou mapa teu território devastar inteiro como uma vela ao mar de fevereiro molhar teu cio e me esquecer na lapa

 

Artur Gomes

http://almadepoeta.com/fulinaima.htm

Escrito por fulinaima às 00h12
[ ] [ envie esta mensagem ]

15/04/2007


foto: luiz prôa/largo das neves/santa teresa

Ind/gesta

 

uma caneta pelo amor de Deus

uma máquina de escrever

uma câmera por favor

um computador

nem que seja pós/moderno

 

vamos fazer um filme

vamos criar um filho

deixa eu amar a Lídia

que a mediocridade

desta idade mídia

não coca cola mais

nem aqui nem no inferno

 

Artur Gomes

http://arturgomes.zip.net

http://caldeiraofulinaimico.zip.net

http://almadepoeta.com/fulinaima.htm

Aldeia Afro Tupy

exposição.teatro.música.poesia.cultura popular

2 a 15 maio 2007 – Sesc Campos

Escrito por fulinaima às 10h24
[ ] [ envie esta mensagem ]

como ser soul onde tudo  jazz?

 

 

deixa rolar o samba

deixa rolar o rock

deixa rolar o blues

 

ouvidos sem fronteiras

fulinímas sem limites

raiz em que tudo cola

 

no meio de campo toco a bola

e quem quiser que acredite

 

Artur Gomes

http://arturgomes.zip.net

http://caldeiraofulinaimico.zip.net

http://almadepoeta.com/fulinaima.htm

 

 

Escrito por fulinaima às 10h22
[ ] [ envie esta mensagem ]