Artur Gomes - Juras Secretas - não fosse esse punhal de prata ou se mesmo fosse e eu não dissesse


04/11/2006


Jura secreta 23

 

tua respiração aqui agora boca a boca

transcende e ultrapassa telas e planos

    e todas outras dimensões do corpo

ou qualquer alma que nunca soube do amor

                             entre a mais sensível pele

 

quando as pétalas se abrem e se fecham

           quando chove ou quando é brisa

e tua coisa livre e feminina

        me traz a embriaguez

enquanto  amantes

devoramo-nos entre os lençóis

                    em qualquer arte

e a parte mais quente do poema

se instala entre a língua e a fala

                             ou quando calo

                             para o gozo neste instante

 

artur gomes

http://arturgomes.zip.net

http://almadepoeta.com/fulinaima.htm

Escrito por fulinaima às 21h12
[ ] [ envie esta mensagem ]

Jura secreta 22

 

cezane não pintava flores

montado em teu cavalo alado

despejava cores

no corpo da mulher amada

 

com os pincéis

encravado entre a coxas

transformou hollandas

em quintais de vento

reINventou o tempo

                   na hora de pintar

 

artur gomes

http://almadepoeta.com/fulinaima.htm

 

Escrito por fulinaima às 10h45
[ ] [ envie esta mensagem ]

01/11/2006


césar castro - transpirações gráficas

Jura secreta 21

 

se for pecado desejar-te tanto

então que me perdoe ou me proíba

                 de te roubar-te um beijo

      ou querer-te assim como desejo

menina dos brincos de ouro ou mayara beatriz

a pele em flor  simplesmente  nua

do mar ao sol  somente a luz da lua

    abertas as portas entradas e janelas

 sentidos poros em tudo quanto velas

 

quem sabe Dante renascido no meu canto

quem sabe quanto as escondidas me deseja

       de corpo e alma onde tudo em ti lateja

e quer meu sangue quente  no teu sangue

      retesado corpo em pêlo no teu corpo

                    onde as marés espraiam

                 e os deuses nos espreitam

amantes pela praias

                 como nós seres humanos

                 também tornados deuses

                 sem pudores quando amamos

 

artur gomes

http://arturgomes.zip.net

http://almadepoeta.com/fulinaima.htm

 

 

 

 

Escrito por fulinaima às 18h52
[ ] [ envie esta mensagem ]

cláudia gonçalves

Jura secreta 20

 

como uma santíssima trindade

em nome do pai amasse o filho

e o espírito santo tanto faz

se amasse pai também o filho

jura secreta então seria

engels spíritos luz em nós

in rock in blues e poesia

 

o nosso amor é mais sagrado

que as mais sagradas escrituras

se em nome da rosa

deus criou o homem

para o amor em  liberdade

estando em ti eu sei do nome

que em minha boca aplaca a fome

e em mim traduz felicidade

 

artur gomes

http://arturgomes.zip.net

http://almadepoeta.com/fulinaima.htm

 

 

Escrito por fulinaima às 18h49
[ ] [ envie esta mensagem ]

31/10/2006


arturo lini

jura secreta 19

a lavra da palavra quero
             seja pele pluma
     onde mayara  bruma
já me  diz espero

saliva na palavra espuma
      onde tua lavra é uma
 elétrica pulsação de eros
   

a dança do teu corpo vero
            onde tu alma luna
e    o meu corpo impluma
               valsa por laguna
em beijos  e  boleros

 

artur gomes

http://arurgomes.zip.net

http://almadepoeta.com/fulinaima.htm

 

Escrito por fulinaima às 14h31
[ ] [ envie esta mensagem ]

30/10/2006


Jura secreta 18

 

te beijo  vestida de nua

somente a lua te espelha

nesta lagoa vermelha

porto alegre caís do porto

barcos navios no teu corpo

peixes brincam no teu cio

nus teus seios minhas mãos

 

e as rendas íntimas que vestias

        sobre os teus pêlos ficção

todos os laços dos tecidos

e aquela cor do teu vestido

a pura pele  agora é  roupa

        e o baton da tua boca

      e o sabor da tua língua

tudo antes só promessa

agora hóstia  entre os meus dentes

             para espanto dos decentes

te levo ao ato consagrado

 

se te despir for só  pecado

é só pecar que me interessa

 

artur gomes

http://arturgomes.zip.net

http://almadepoeta.com/fulinaima.htm

 

Escrito por fulinaima às 15h22
[ ] [ envie esta mensagem ]

Jura secreta 17

 

lua luavíssima lua

carne que menstrua

lua lua lua toda nua e crua

quando a hora chega

no sexo da menina 

sendo ana  isadora carolina

na boca de são jorge

mínimo satélite olhos estelar

constelação na pele

quando te quero perto

quando te quero dentro

deste meu céu da boca

quando te espero língua

e tu apenas lua

voa em pleno ar

pelas ruas de  são paulo

na palavra em plumo

quando o amor é rumo

em que os rios correm para o mar

 

artur gomes

http://arturgomes.zip.net

http://almadepoeta.com/fulinaima.htm

 

Escrito por fulinaima às 15h19
[ ] [ envie esta mensagem ]

Jura secreta 16

 

fosse esta menina monalisa

ou se não fosse apenas brisa

diante da menina dos meus olhos

com esse mar azul nos olhos teus

 

não sei se michelangelo da vinci

dalí ou portinari te anteviram

no instante maior da criação

pintura de um arquiteto grego

quem sabe até filha de zeus

 

e eu narciso amante do espelho

procuro o espelho em minha face

             para ver se os  teus olhos

             já estão dentro dos meus

 

artur gomes

http://almadepoeta.com/fulinaima.htm

Escrito por fulinaima às 15h14
[ ] [ envie esta mensagem ]